Arquivo da categoria: As folhas do cedro

As folhas do cedro – Folha de São Paulo/Ilustrada – 1 de abril de 2018

Cedro

“Aos 50 anos e completando 30 de carreira, o dramaturfo paulistano Samir Yazbek prepara a celebração para o segundo semestre. Mas não quer olhar para trás.

Autor de peças premiadads como “As Folhas do Cedro”, encenada em 2010, ele se vê numa virada e nao quer saber de retrospectiva, mas dos novos textos que vem escrevendo e reescrevendo”

Leia aqui a matéria na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em As folhas do cedro

As folhas do cedro – Gazeta do Povo, agosto/2012

CapaPRESS - AsFolhasDoCedro

 

“A nova dramaturgia brasileira é universal, a julgar pela escolha de Samir Yazbek por parte do National Theatre, de Londres, para escrever uma história a ser montada no teatro, cujo primeiro diretor foi o ator Laurence Olivier (1907-1989). Em junho, Yazbek foi o primeiro brasileiro a ter uma obra encenada no local.

Selecionado entre vários autores nacionais, o descendente de libaneses escreveu O Ritual, peça em que jovens se envolvem numa trama que poderia se passar em qualquer lugar e época. Por influência de um líder carismático, o grupo de adolescentes decide criar uma espécie de confraria baseada num ritual. “É algo que os encoraja a viver melhor. Proporciona uma sensação de bem-estar e independência”, contou o autor à Gazeta do Povo.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em As folhas do cedro

As folhas do cedro – Aplauso Brasil, maio/2011

CapaPRESS - AsFolhasDoCedro menor

 

“Logo mais, a partir das 18h30 de hoje, na Livraria da Vila, o dramaturgo e diretor Samir Yazbek lança a edição impressa de sua peça As Folhas do Cedro, que estreou ano passado e recebeu o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de Melhor Texto.

Em entrevista exclusiva a Michel Fernandes, Samir Yazbek fala sobre dramturgia,outros veículos de comunicação escrita,sobre seus projetos nacionais e internacionais.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em As folhas do cedro