Arquivo do mês: maio 2015

EntreVistas – Caderno 2 (O Estado de S. Paulo), 26 de maio de 2015

Caderno 2 - O Estado de S Paulo - 26mai2015

Confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em EntreVistas

Gente do Mar – allTV (Visão Plural), 15 de maio de 2015

maranhão alltv

O historiador Ricardo Maranhão conversou com o Patrício Bentes, apresentador do programa Visão Plural, sobre o livro Gente do mar – vida e gastronomia dos pescadores brasileiros. Maranhão e o fotógrafo Fabio Colombini percorreram o litoral do Brasil, desde o Pará até o Rio Grande do Sul, enfrentando estradas precárias e pequenas embarcações, para conhecer 25 comunidades de pescadores. O resultado dessa pesquisa, que durou um ano e meio, esta nesta obra, que, com textos em português e inglês, resgata as atividades de pesca e as práticas gastronômicas desses grupos que há séculos constroem com uma série de conhecimentos e práticas que respeitam o meio-ambiente.

Gente do mar foi realizado com apoio da Lei Rouanet e patrocínio do Banco Volkswagen.

Assista aqui à entrevista na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Gente do mar

Nas tramas do crack – CBN Campinas, 13 de maio de 2015

nas_tramas_do_crack_-_capa

Doutoranda pela Unicamp e antropóloga, Taniele Rui, faz levantamento sobre usuários da droga em Campinas e na Cracolândia em SP.

Ouça aqui a entrevista na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Coleção Antropologia Hoje, Nas tramas do crack

Zo’é – Compota Edições Limitadas, 7 de maio de 2015

zo_

O ENCONTRO DE UM FOTÓGRAFO COM OS ZO’É, ETNIA ISOLADA DA AMAZÔNIA

Até os anos 80, o povo indígena Zo´é, do Pará, quase não havia tido contato com os kihari, palavra que eles usam para se referir aos não-índios. Ao fim daquela década, no entanto, eles encontravam-se numa situação aterrorizante, resultado da chegada de missionários da Missão Novas Tribos do Brasil à aldeia, sem nenhuma prévia autorização. Doenças trazidas por eles desencadearam um alto índice de mortes entre os Zo´é, que naquela época não passavam de 147 pessoas. Diante da gravidade, em 1989 a FUNAI foi acionada de emergência. Era também o primeiro contato do órgão com a etnia. Para acompanhar a operação, foi contratado um jovem fotógrafo, na época com 24 anos. Rogério Assis desembarcou na aldeia com 4 rolos de filme preto-e-branco. Fez não só um registro magistral do momento, como também inédito daquele povo, que nunca havia sido fotografado.

Vinte anos depois, em 2009, ele voltou à região para visitar a Frente de Proteção Etnoambiental Cuminapanema, mantida pela Funai para a preservação e isolamento da Terra Indígena Zo’é. O trabalho foi, mais uma vez, impecável e mostra os resultados dessa iniciativa: no cotidiano, no modo de vida, nas artes manuais, na integração com a natureza, na relação com os animais e entre as pessoas, na harmonia entre adultos e crianças. Um povo com sua cultura reintegrada, saudável, bonito e feliz.  Em 2010, Sebastião Salgado visitou os Zo´é para o projeto Gênesis. Em 2013, Rogério publicou o livro “Zo´é”, pela editora Terceiro Nome.

Veja aqui onde a resenha foi publicada originalmente

E confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Zo'é

De Anita ao Museu – Valor Econômico (Eu & Fim de Semana), 8 de maio de 2015

Valor Econômico - 8mai2015

Veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em De Anita ao Museu

O paradoxo do olhar – Jornal das 10 (GloboNews), 2 de maio de 2015

O paradoxo do olhar - COLEÇÃO FOTOLIVROS EM PARCERIA COM O ESTÚDIO MADALENA

Museu Brasileiro da Escultura, em São Paulo, expõe estudo de Claudio Edinger sobre foco seletivo

Assista aqui à matéria na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em O paradoxo do olhar