Arquivo do mês: julho 2015

Calúnia – Nuvem de livros (Recomendações), julho de 2015

Nuvem de Livros - julho2015

Confira aqui a recomendação na Nuvem de Livros

E veja aqui mais informações sobre o livro

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Calúnia – Elisa Lynch e a Guerra do Paraguai

A mão livre do vovô – Biblioteca Parque Villa-Lobos, 20 de julho de 2015

a-mao-livre-do-vovo-versao-web-capa

Abertura da exposição Vilanova Artigas – A mão livre do vovô

No sábado, 18 de julho, a Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL) promoveu a première da exposição Vilanova Artigas – A mão livre do vovô. Ao longo do dia foram realizadas diversas atividades paralelas, sempre tentando explorar a relação lúdica entre avôs e infância, já que a mostra expositiva traz desenhos que um dos mais importantes arquitetos brasileiros realizou em parceria com os netos.

O evento contou com a presença do secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos de Araújo, do presidente do conselho de administração da SP Leituras, Marino Lobello, do diretor-executivo da SP Leituras, Pierre André Ruprecht, da diretora geral do Museu da Casa Brasileira (MCB), Miriam Lerner, e de Rosa Artigas, filha do arquiteto cujo centenário de nascimento é celebrado pela iniciativa da BVL e do MCB.

A manhã de sábado começou com um Segundas Intenções especial: participaram do bate-papo os autores Michel Gorski e Sílvia Zatz, autores do livro A mão livre do vovô, obra que inspirou a exposição. Na fala, os autores comentaram sobre as suas trajetórias literárias e explicaram o processo de criação do mais recente lançamento. “A nossa parceria dá certo porque temos olhares e formações diferentes. Somos complementares”, afirmou Sílvia. “Fazer este livro foi um grande presente”, disse Gorski.

Ao meio-dia foi aberta a exposição ao público, e em seguida, realizada uma visita guiada por Rosa Artigas. Ela comentou sobre como surgiu a ideia da exposição e falou sobre a as técnicas usadas nos desenhos, além de contar os bastidores e as histórias das obras expostas. Elogiou a BVL e o MCB pela realização do evento e disse que o sucesso da mostra “foi devido a espírito que envolveu as pessoas que participaram do projeto”.

Para finalizar, já no período da tarde, foram realizadas duas ações com a contadora de histórias Kiara Terra. Uma delas foi a oficina Tempo presente, que contou histórias sobre contar histórias. A segunda atividade foi no programa permanente Hora do Conto, com a contação A mão livre do vovô, também inspirada no livro. “Cada desenho do Artigas é um universo. Na BVL tentei buscar na imaginação do público de quais as histórias que a gente pode contar juntos”, finaliza a atriz.

Confira aqui a cobertura fotográfica realizada pela jornalista Débora Klempous

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em A mão livre do vovô

A mão livre do vovô – Metrópolis (TV Cultura), 19 de julho de 2015

Dica da Marina Person: livro A mão livre do vovô, de Sílvia Zatz e Michel Gorski, com ilustrações de Vilanova Artigas.

marina

Clique na imagem acima para assistir ao vídeo na íntegra – a dica da Marina Person começa no minuto 8;50

Confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em A mão livre do vovô

Irerê da Silva – Revista Emília, julho de 2015

Revista Emília

Veja aqui a íntegra desta edição da Revista Emília

E confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Irerê da Silva

A mão livre do vovô – SP Leituras (Notícias), 14m de julho de 2015

Biblioteca Parque Villa-Lobos realiza no sábado, dia 18, bate-papo com Michel Gorski e Sílvia Zatz

michel_silvia_mao_livre_vovo-702x336

No sábado, dia 18 de julho, a Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), instituição da Secretaria da Cultura, recebe os escritores Michel Gorski e Sílvia Zatz, às 10h30, no programa Segundas Intenções. No bate-papo, os autores vão falar sobre suas obras e referências literárias, além do seu mais recente lançamento: A mão livre do vovô, obra que inspirou a exposição da BVL que tem a abertura ao público na mesma data. A mediação da conversa é do jornalista e crítico literário Manuel da Costa Pinto.

A mostra Vilanova Artigas – A mão livre do vovô explora a relação lúdica entre avôs e infância e reúne desenhos que o arquiteto João Batista Vilanova Artigas fez em parceria com os netos. O evento celebra o centenário de nascimento de um dos mais importantes nomes da arquitetura do país.

Michel Gorski é arquiteto, designer e escritor. Além de trabalhar com arquitetura do entretenimento, é também autor de vários livros, como A menina da placa, Irerê da Silva e O soprador. Sílvia Zatz é formada em Comunicação Social e Cinema, e já trabalhou com desenvolvimento e criação de jogos. Hoje escreve para crianças e adultos, tendo publicado mais de uma dúzia de títulos, entre eles O clube dos contrários, O porquê dos por quês e Por um triz, obra com a qual teve início a parceria com Michel Gorski.

O Segundas Intenções é um programa permanente mensal de bate-papo com escritores, realizado pela SP Leituras, com curadoria de Manuel da Costa Pinto. Já participaram do evento autores como Pedro Bandeira, Ruth Rocha, Fernando Bonassi, Marçal Aquino, Milton Hatoum, Ignácio de Loyola Brandão, Fernando Morais, Reinaldo Moraes, Marcelo Rubens Paiva, Ferréz, Ruy Castro, Xico Sá, Daniel Galera, Adriana Calcanhotto, Luis Fernando Verissimo, Alice Ruiz, Marcelino Freire, Sérgio Vaz, José Miguel Wisnik, José Roberto Torero, Laurentino Gomes, Luiz Bras, Cristovão Tezza, Sérgio Rodrigues, Lourenço Mutarelli, Ricardo Azevedo, Martha Medeiros, Laerte Coutinho, Mauricio de Sousa, André Vianco, Liz Vamp, Lira Neto, Daniel Munduruku, Rubens Matuck e Caco Galhardo e Eloar Guazzelli.

Veja aqui a matéria publicada originalmente no site do SP Leituras

E confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em A mão livre do vovô

A mão livre do vovô – SP Leituras (Notícias), 13 de julho de 2015

Maratona infantil Vilanova Artigas na Biblioteca Villa-Lobos traz exposição inédita e muitas atividades grátis

vilanova_artigas_avião_vale-702x336

A Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL) promove a exposição Vilanova Artigas – A mão livre do vovô que celebra o centenário de nascimento do arquiteto, um dos mais importantes do país. A exposição acontece entre os dias 18 de julho e 25 de outubro e tem um recorte diferente: nela, serão expostos desenhos que o arquiteto fez para seus netos. A exposição é uma iniciativa da Biblioteca Parque Villa-Lobos em parceria com o Museu da Casa Brasileira (MCB), que também dedica um painel expositivo sobre o arquiteto. A abertura da exposição na BVL está programada para as 12h

Os desenhos da exposição são feitos em papéis simples ou de rascunho, com lápis de cor, canetas hidrográficas e esferográficas, muitos deles, inclusive, com intervenções das crianças. A ideia da BVL é explorar o tema pela relação lúdica avôs com netos.

Por isso, além da mostra a biblioteca promove diversas atividades paralelas que dialogam com a obra dele. Uma delas será um bate-papo no programa permanente Segundas Intenções, que traz os escritores Michel Gorski e Silvia Zatz. Eles são autores do livro A mão livre do vovô (Editora Terceiro Nome), que traz impressas algumas das imagens presentes na mostra. A atividade vai ser realizada no dia 18 de julho, às 10h30.

No encontro, os escritores vão falar sobre como foi o processo de edição e de criação do livro, além de comentar sobre suas carreiras e referências literárias. Eles mantêm uma parceria de quase 10 anos e já publicaram os livros Por um triz, Irerê da Silva e O soprador.

Ainda no dia de lançamento da exposição, 18, a biblioteca promove uma Visita Guiada com Rosa Artigas, filha do arquiteto, às 13 horas. Outra atração é a contação de histórias A mão livre do vovô, com a Kiara Terra, às 16 horas, que também ministra a Oficina – Tempo presente. A ideia da oficina é despertar em avós a percepção da importância e beleza de suas histórias vividas. A atividade vai ser realizada às 14 horas.

No domingo, 19, a Companhia Arte Negus realiza outra contação de histórias baseadas no lado lúdico da obra de Artigas, às 16 horas.

Ainda em julho, o programa permanente Pintando o 7 traz atividades paralelas nos dias 22 e 29. A ideia é a criação de desenhos inspirados nas imagens do arquiteto paulista e explorar a relação de infância e de maturidade. As atividades acontecem às 11 horas e são indicadas para crianças a partir de 7 anos.

Encerrando as atividades comemorativas, no sábado, dia 25, A Cia Arte Negus realiza a oficina Conta vô, Conta vô!, destinada a avós e responsáveis. A atividade propõe dicas para manter a atenção das crianças durante o contar de uma história, através da oralidade ou com o uso de livros. O objetivo é proporcionar uma experiência afetiva com momento de descontração entre avós e netos.

A programação paralela da BVL vai até outubro, quando se encerra a mostra.

Entre os destaques, oficinas para criação de livros e zines e diversas atividades em programas como o Pintando o 7 e Hora do Conto. Todas atividades tem um viés de explorar a relação avô e neto. Confira mais informações na tabela abaixo.

Sobre Villanova Artigas

Nascido em Curitiba em 23 de junho de 1915 e radicado em São Paulo, João Batista Vilanova Artigas deixou a sua marca em grandes obras, em cerca de 700 projetos que executou durante sua carreira. Entre os exemplos estão o Edifício Louveira, no bairro de Higienópolis; o Estádio do São Paulo Futebol Clube no bairro do Morumbi e o prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP).

Sua obra foi duas vezes premiada internacionalmente com o Prêmio Jean Tschumi em 1972 e Prêmio Auguste Perret, em 1985. Sua maneira de projetar segue influenciando arquitetos até hoje e por isso foi reconhecida, por alguns críticos, como uma verdadeira escola, a chamada Escola Paulista. O arquiteto faleceu em janeiro de 1985.

Outros equipamentos culturais da cidade também celebram o centenário de Artigas. O Itaú Cultural promove o lançamento de dois livros e um filme sobre o arquiteto, além da Ocupação Vilanova Artigas, que discute a sua vida, obra e a arquitetura contemporânea.

Já o Museu da Casa Brasileira conta com um painel expositivo com uma seleção de desenhos originais e brinquedos de papel que o arquiteto fazia como diversão para os netos.

Leia aqui a matéria na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em A mão livre do vovô

MINHASP – BuzzFeed Brasil, 15 de julho de 2015

minhasp

16. “MINHASP”

MINHASP reúne 200 imagens da fotógrafa alemã Britta Radike e do brasileiro Iatã Cannabrava da vida na cidade. As fotos foram tiradas em 2011 e inspiraram 72 autores, metade brasileiros, metade alemães que realizaram textos com suas impressões.

Confira aqui a matéria na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em MINHASP