Arquivo da categoria: Dança popular: espetáculo e devoção

Dança popular – GEHB (grupo de estudos da história do Brasil), março/2012

capa_marianna_bodoni.indd

 

“O livro Dança popular: espetáculo e devoçãolançado nesta quinta-feira (08/03), faz uma reflexão sobre a importância das danças populares na sociedade brasileira.

A obra de Marianna Monteiro, professora do curso de Arte-Teatro do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp), teve apoio da FAPESP na modalidade Auxílio à Pesquisa – Publicações.
A partir de diversos referenciais históricos, a autora investiga os processos formativos das danças populares brasileiras e propõe um novo olhar, tanto no que diz respeito às suas características, como em relação à oposição entre cultura erudita e popular.”
Leia mais aqui 
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dança popular: espetáculo e devoção

Dança Popular – Jovem Pan Online, fevereiro/2012

capa_marianna_bodoni.indd

 

“A partir de diversos referenciais históricos, a professora Marianna Monteiro fez uma investigação dos processos formativos das danças populares do Brasil.

Todo esse trabalho está no livro “Dança Popular: Espetáculo e Devoção”, que propõe um novo olhar nas relações entre cultura erudita e popular.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Dança popular: espetáculo e devoção

Dança popular – Teoria e debate (site), outubro/2012

“Estrategicamente, Dança Popular: Espetáculo e Devoção, de Marianna Monteiro, oferece ao leitor, à guisa de epígrafe iconográfica da “Apresentação”, a fotografia de uma das alas do Acadêmicos do Salgueiro, que no carnaval carioca de 1963 levava para a avenida o samba-enredo em homenagem a Chica da Silva. Flagra-se, no instantâneo, o grupo de negros e negras que enseja os passos de um “minueto”, fantasiado à moda aristocrática do século 18. O cortejo dançante dramatiza a história brasileira, em clave alegórica, pondo em pauta a escravidão, para tangenciar, em termos de atualização do tema, a dimensão política, reivindicatória de direitos sociais. Na história, em contrapartida, insere-se o próprio carnaval, experiência coletiva longeva, tensionada entre a matriz religiosa e o folguedo de aspiração artística, transformado em cultura de massa. Nesse sentido, a imagem situada no pórtico do ensaio aponta, em principal, para os intrincados vínculos entre dança popular e história.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Dança popular: espetáculo e devoção