Arquivo da categoria: A Viagem a Nápoles

A viagem a Nápoles – NET Educação, 18 de dezembro de 2013

Image

A viagem a Nápoles

Publicado originalmente em 1931 pela Revista Nova, o conto ‘A viagem a Nápoles’ é a única obra de ficção de Sérgio Buarque de Holanda. Num período em que esteve absorvido pelo universo modernista, dedicando-se a trabalhos em diversos periódicos ligados ao movimento, surge este conto surrealista em que o autor mergulha na fantasiosa cabeça de um jovem, criando situações absurdas e nada convencionais. Nesta edição, o texto vem acompanhado pelas ilustrações do arquiteto Vallandro Keating, feitas para este livro.

Confira aqui a resenha na íntegra

Veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A Viagem a Nápoles – Guia da Folha, dezembro/2008

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A viagem a Nápoles – Paisagens da Crítica (blog), fevereiro/2009

 

A viagem a Nápoles  é um conto: a única ficção escrita pelo maior historiador brasileiro.

Sérgio Buarque de Holanda a publicou originalmente em 1931, na Revista Nova, e ela agora reaparece numa edição bem cuidada, com formato diferenciado e ótimos desenhos do arquiteto Vallandro Keating.

Embora a quarta capa da nova edição apresente o conto como “surrealista”, é difícil enxergar qualquer influência do movimento francês. Não só porque em 31 o eco surrealista era ainda bastante sutil nas Américas. Mas sobretudo porque a história não se enquadra – felizmente – nos moldes rígidos do manifesto de 24 ou de alguns de seus mais notórios seguidores.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A viagem a Nápoles – Jovem Pan Online, dezembro/2008

 

Ouça aqui

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A viagem a Nápoles – Minas de História

 

“Pelos jornais, fiquei sabendo que “A viagem a Nápoles”, conto de Sérgio Buarque de Holanda, publicado em 1931 pela “Revista Nova”, recebeu cuidadosa edição em formato de livro, numa iniciativa da editora paulista Terceiro Nome. Bastou a notícia para fazer brotar a curiosidade. Imediatamente encomendei a obra pela internet e fiquei amargando brutal ansiedade durante uma semana inteira, até que o carteiro batesse à porta de minha casa, trazendo o pacote tão esperado. Afinal, Sérgio Buarque é ícone na cultura nacional, admiradíssimo pelos profissionais da História, dono de erudição inigualável e de estilo requintado, um escritor nato. Por isso, eu queria examinar sua incursão direta na literatura, como criança que deseja levar pra casa o vidro de balas sortidas e coloridas da venda onde sua mãe compra as coisas da cozinha. Mais honesto seria dizer como quem procura justificativas para seus próprios pendores, ainda contidos por temor respeitoso às convenções.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A Viagem a Nápoles – Rascunho (Gazeta do Povo),

“Crescer é difícil. Mas o tempo, esse vento — ora furacão, ora brisa —, não deixa de passar por ninguém. Nunca. Tanto faz se por segundos ou por décadas. Nas épocas em que é brando, nem percebemos, tão envolvidos que estamos sendo apenas o que nos acostumamos a ser. Mas quando o pé de vento pega de jeito, ah… Não há como não sentir o chacoalhão. O corpo se ressente, dói, perde o equilíbrio. E a cabeça, grudada a ele, sofre também. Rodopia confusa, demora a encontrar o prumo. Mas encontra. Quase sempre.”

Leia mais aqui

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles

A Viagem a Nápoles – O Estado de S. Paulo, dezembro/2008

Deixe um comentário

Arquivado em A Viagem a Nápoles