Arquivo da categoria: Albinos

Albinos – Revista Família Cristã, setembro de 2014

 

Família Cristã - capa - set2014

Família Cristã - 1 - set2014

Família Cristã - 2 - set2014

Família Cristã - 3 - set2014

Família Cristã - 4 - set2014

Veja aqui mais informações sobre o livro

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – O Estado de S. Paulo (Aliás), 7 de setembro de 2014

capa_albinos

Entrevista. Gustavo Lacerda

O trabalho ‘Albinos’ se desdobra no livro homônimo (editora Madalena e Terceiro Nome; R$ 90) e integra a exposição Elemento Latente, em cartaz no Sesc Santana, SP, até 21 de setembro

Sois sóis

O mineiro Gustavo Lacerda acha que era só um espectador das artes até transferir sua fotografia da rua para dentro de um estúdio. Foi aí, conta, que passou a fazer arte também. Ele tem 44 anos e fotografa há 20. Começou como fotógrafo de jornal e revistas. Em 2007, atrás de suas origens nordestinas, foi conhecer o sertão de Pernambuco, que povoava as histórias da família contadas pelo avô e pelo pai. Voltou com o ensaio Betânia (nome da cidade onde os dois nasceram), uma série de retratos de gente que vive à margem, os não protagonistas, os invisíveis na sombra da sociedade de consumo. Foi ali que teve a ideia de fotografas Albinos, seu aclamado trabalho que rendeu livro, exposição e um caminhão de descobertas.

Confira aqui a entrevista com Gustavo Lacerda para a jornalista Paula Sacchetta

E veja aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – Folha de S. Paulo (Entretempos), 31 de julho de 2014

capa_albinos

Haikai: ‘Albinos’ de Gustavo Lacerda

‘Albinos’, de Gustavo Lacerda (editoras Madalena e Terceiro Nome) — Com tanta repercussão e prestes a ser lançado, você já deve estar até enjoado de ver as imagens do livro de Gustavo Lacerda. Não faz mal. Na reportagem publicada aqui no blog, alguns detalhes ficaram de fora e merecem ser destacados. Há delicadezas desenhadas pela dupla espanhola N2, autora do projeto gráfico, que acompanham as belas imagens e todo o lirismo produzido pelo fotógrafo mineiro. As folhas de papel manteiga, que escondem e revelam a pele dos albinos, remetem também aos antigos álbuns de família. Em algumas das páginas duplas, uma outra folha branca esconde parte da imagem, forçando o leitor a descobrir um pouco mais de cada retratado. A carta escrita à mão, solta dentro do livro, poderia soar um tanto quanto piegas, mas vence pela sinceridade e jeito despojado da mãe de gêmeas ao descrever o momento em que descobre o albinismo – logo após o parto. “Albinos” é, de longe, um dos melhores fotolivros já lançados no país. É muito bom quando um ensaio tão conhecido e importante é “traduzido” para a versão impressa. Melhor ainda quando essa transição é muito bem feita.

Veja o trabalho: http://vimeo.com/101559797

Leia aqui o post na íntegra

E confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – Revista da Cultura, agosto de 2014

Revista da Cultura - ago2014

Confira aqui mais informações sobre o livro

E veja aqui a versão eletrônica da revista

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – Casa Vogue, 9 de agosto de 2014

capa_albinos

Albinismo é tema de livro de arte

Gustavo Lacerda apresenta seu mais premiado trabalho

Gustavo Lacerda chega às livrarias com recente projeto, o premiado Albinos. No livro, lançado no último dia 31 de julho, em São Paulo, o fotógrafo mineiro retratou pessoas com o distúrbio congênito de forma positiva, trazendo sentimentos de orgulho e vaidade entre os modelos.

Criada em 2009 por Gustavo, a série venceu os prêmios Conrado Wessel, em 2011, e Porto Seguro Fotografia, em 2010, e nasceu do encontro do artista com um albino no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, quando ele ficou observando os traços físicos, a delicadeza e a timidez do rapaz. “A ideia surgiu quando percebi que, além da riqueza estética, havia questões importantes, como a invisibilidade social e a fotofobia – sendo que a fotografia é essencialmente luz. Fui me envolvendo e o projeto foi crescendo; não imaginava aprofundar tanto”, revela Gustavo.

Ao todo foram fotografados cerca de 50 albinos durante o período de cinco anos. Das centenas de fotos, 35 imagens foram escolhidas para compor o livro. Os cliques foram feitos no estúdio do artista, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Maranhão, em lugarejos próximos à ilha de Lençóis, conhecida pela alta concentração de albinos.

Ao todo foram fotografados cerca de 50 albinos durante o período de cinco anos. Das centenas de fotos, 35 imagens foram escolhidas para compor o livro. Os cliques foram feitos no estúdio do artista, em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Maranhão, em lugarejos próximos à ilha de Lençóis, conhecida pela alta concentração de albinos.

Confira aqui a matéria na íntegra

E veja aqui mais detalhes sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – Cultura FM (De volta ‘pra’ casa), 4 de agosto de 2014

capa_albinos

Ensaio fotográfico mostra sensibilidade e beleza de albinos

O fotógrafo Gustavo Lacerda conversou com o De volta ‘pra’ casa sobre o livro de fotos que revela a beleza das pessoas albinas e o preconceito sofrido por elas

As editoras Madalena e Terceiro Nome lançam o livro Albinos, que reúne as obras fotográficas de Gustavo Lacerda. O fotógrafo compartilhou com o De volta ‘pra’ casa as histórias que ouviu dos modelos sobre o preconceito sofrido na infância e a superação.

“Uma coisa que eu percebi é o tanto que ainda, apesar de tanta informação, somos bárbaros em relação à diferença. E como é difícil para as pessoas aceitarem essa diferença. O relato da maioria deles, são de histórias terríveis na infância”, revela Lacerda. O fotógrafo ainda relata que foi atraído pelos tons pastéis e a poesia existente nas pessoas.

“Acho que por essa invisibilidade social que eles têm e se sentirem um pouco à margem, eles acabam sendo pessoas muito tímidas. Eu acho que a própria timidez traz uma poesia de gestual. Vivemos num período que as pessoas querem aparecer tanto, as pessoas são o máximo em redes sociais. Acho que quem ainda traz essa timidez tem toda uma delicadeza e uma beleza genuína. A ideia do trabalho era tentar retratar um pouco disso”, explica Lacerda. Ouça a entrevista completa!

Ouça aqui a entrevista completa

E confira aqui mais informações sobre o livro

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos

Albinos – Brasil Post, 24 de julho de 2014

capa_albinos

‘Achei que deveria trazê-los para a luz’, diz Gustavo Lacerda, criador de ensaio sobre albinos

Eles vivem literalmente à ‘sombra’ na sociedade, mas, ao mesmo tempo, são notados pelos cabelos, cílios e pele quase transparentes por onde passam. Gustavo Lacerda, fotógrafo, de 44 anos, trouxe delicadeza e uma beleza sutil para o ensaio fotográficoAlbinos, que será lançado em livro no próximo dia 31, em São Paulo.

Vencedor de prêmios como Conrado Wessel, em 2011, Gustavo assina obra que integra o acervo do Pirelli/MASP. Ele foi capa da Ilustrada nesta semana e ganhou destaque pela sutileza com que retrata o universo de seus personagens.

“Acredito que o assunto desperta o interesse das pessoas, mostra como protagonistas pessoas que normalmente não ocupam esse lugar”, contou Gustavo em entrevista ao Brasil Post.

Lacerda, que diz se interessar em ‘fotografar quem é pouco fotografado’, viu na fotofobia, na falta de melanina e no fato de precisarem andar longe do sol, a oportunidade de trazer os albinos para a luz.

“Fotografia é luz. Achei que seria interessante trazê-los para a luz e, como muitos deles se sentem marginalizados socialmente, e intimidados, esta é uma forma de trazê-los para o centro da atenção de uma forma positiva, respeitosa.”

O artista ficou interessado pelos tons de pele, dos cabelos e dos olhos que remetem a uma atmosfera tímida e extremamente delicada, mesmo notando que há muita tensão no mundo particular de cada um.

Durante cinco anos, foram fotografados cerca de 50 albinos entre adultos e crianças. Para o livro, Gustavo selecionou apenas 35 imagens. As fotografias foram feitas no estúdio do artista, em São Paulo, e também no Rio de Janeiro e no Maranhão, em lugarejos próximos à ilha de Lençóis, conhecida pela alta concentração de albinos.

O fotógrafo financiou grande parte da produção do projeto e, para reduzir os custos, pretende vender 50 livros-objetos com impressão e embalagem especiais. Segundo o jornal Folha de São Paulo, cada um custará R$ 650.

No próximo dia 31, o lançamento vai ganhar uma roupagem especial, no centro de fotografia Madalena CEI, em São Paulo. Gustavo pretende fazer uma projeção de imagens, e alguns protagonistas do ensaio estarão presentes no local.

Gustavo vai lançar um novo projeto, em agosto, na SP Arte Foto, que também é uma série de retratos de pessoas comuns “anônimas e com seus dramas”, segundo ele.

Confira aqui a matéria na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

 

Deixe um comentário

Arquivado em Albinos