Junto e misturado – Revista de Ciências Sociais, n. 34, abril de 2011

CONVERSANDO SOBRE JUNTO E MISTURADO

As condições metodológicas da pesquisa

por Luciana Pionório Rocha

Desde o seu lançamento em 2010, o livro Junto e Misturado: Uma Etnografia do PCC, da antropóloga Karina Biondi, vem sendo cotejado pela crítica acadêmica e jornalística, assim como vem despertando o interesse do público em geral. Os primeiros, mais interessados nas implicações do campo da pesquisa e na relação da análise prática com o seu arcabouço teórico. E os demais parecem atraídos pela sempre presente curiosidade e polêmica que o tema em si levanta como interesse midiático e social. Afinal de contas, falar em presídio, com foco na atuação do Primeiro Comando da Capital (PCC), envolve uma gama de outros temas que perpassam a grande área de debate da política de segurança pública no Brasil.

capa_pcc_-_alta_1

Segundo relato da própria autora, em entrevista publicada na versão eletrônica da revista Carta Capital, a ideia da pesquisa surgiu de condições adversas na sua vida familiar, quando, no ano de 2003, ela cursava a graduação em Ciências Sociais na USP e se deparou com a situação de um mandado de prisão provisória dirigido ao seu marido, que, na ocasião, foi detido no Centro de Detenção Provisória de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Neste momento ela se torna esposa-visitante.

Leia aqui a resenha na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Coleção Antropologia Hoje, Junto e Misturado: uma etnografia do PCC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s