Junto e misturado – Revista de Antropologia, volume 54, nº 2 (2011)

por Eduardo Dullo, doutorando – PPGAS/Museu Nacional/UFRJ

Do nominalismo à transcendência em uma antropologia política do PCC
capa_pcc_-_alta_1

Até o ano de 2006, quando rebeliões ocorreram simultaneamente em diversos presídios e os atentados contra o “sistema” ganharam as ruas da cidade, o Primeiro Comando da Capital (PCC) era desconhecido para a maioria da população de São Paulo. Daquele acontecimento até o ano corrente, o nosso conhecimento ficou bastante limitado às informações divulgadas pela mídia e pelo Estado. O livro de Karina Biondi vem mudar este cenário.

Resultado de sua dissertação de mestrado no recentemente criado PPGAS da Universidade Federal de São Carlos, o livro foi publicado pela coleção Antropologia Hoje. A escolha não poderia ser mais condizente com o título da coleção, pois é um livro integralmente comprometido com os recentes desenvolvimentos da antropologia praticada no Brasil e é uma excelente porta de entrada para uma parcela do debate contemporâneo.

Leia aqui a resenha na íntegra

E veja aqui mais informações sobre o livro

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Coleção Antropologia Hoje, Junto e Misturado: uma etnografia do PCC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s