Pagode Russo / Пагоде по-русски – Madalena Workshops, 21 de outubro de 2014

capa 5_582x315 com info

Fotolivro de Iatã Cannabrava resgata final da Guerra Fria, na Rússia

Primeiro ensaio fotográfico do autor é revelado quase 30 anos depois em Pagode Russo, que será lançado dia 28 de outubro, pela editora Madalena em parceria com o Terceiro Nome

Iatã Cannabrava esteve na Rússia em 1985 para participar do Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes pela Paz Mundial. Foi testemunha do início do fim da Guerra Fria, ou do desmonte da cortina de ferro – “quem sabe, o fato mais importante do milênio que findava”, diz o fotógrafo. O resultado desta viagem, seu primeiro ensaio fotográfico, poderá agora ser visto no livro Pagode Russo, que será lançado dia 28 de outubro, no Madalena Centro de Estudos da Imagem.

O título, escrito no idioma russo na capa do livro, é uma referência à canção mais tocada naquele verão, o baião de Luiz Gonzaga – “Ontem eu sonhei que estava em Moscou, dançando pagode russo na boate Cossacou”. Nas imagens, aquela União Soviética, que se mostrava ao Ocidente como um mau supremo, se revela ingênua, generosa e delicada. O autor explica: “onde esperava encontrar rostos duros, encontrei generais repartindo maçãs”.

As 47 fotografias, agora reunidas, são um passeio cromático pela cidade de Moscou. Atual, longe de ser um livro histórico, Pagode Russo confunde o que seria passado, presente ou futuro em imagens que ficaram congeladas. Realizado há quase 30 anos, o ensaio carrega o estilo que acompanha o trabalho do fotógrafo: o olhar dirigido a cenas urbanas, temas comuns, gente simples, onde ordinário tem maior importância e o banal vale mais que o especial.

No único texto do livro, com versão em russo e em inglês, Iatã Cannabrava declara que “antecipa suas memórias” ao filho, Ivan. Durante a infância, o fotógrafo acompanhou o exílio político dos pais e, ao retornar ao Brasil, tornou-se militante do PDT, de Leonel Brizola. Estas imagens guardadas – e quase esquecidas nos 25 anos seguintes aos cliques -, só vieram à tona quando casou-se com a russa Ekaterina Kholmogorova, designer do livro e certamente a pessoa responsável por tirar do arquivo os originais que o autor não havia dado importância quando feitos.

Veja aqui a matéria na íntegra

E confira aqui mais informações sobre o livro

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pagode Russo / Пагоде по-русски

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s