Reminiscências dos quilombos – Revista de Antropologia da UFSCar, v.5, n.1, jan-jun

Imagem

MELLO, Marcelo Moura. Reminiscências dos quilombos: Territórios da memória em uma comunidade negra rural. São Paulo: Editora Terceiro Nome. 2012. 267 pp.

Flávia Carolina da Costa
Doutoranda do PPGAS-UFSCar

“Pois um acontecimento vivido é finito, ou pelo menos encerrado na esfera do vivido, ao passo que o acontecimento lembrado é sem limites, porque é apenas uma chave para tudo o que veio antes e depois”. É assim que Walter Benjamin vai aos poucos analisando Em busca do tempo perdido, obra de Marcel Proust – o trabalho da reminiscência é que vai dizendo da qualidade da textura. E essa talvez seja também a moldura de melhor encaixe para o livro de Marcelo Moura Mello. No trajeto das memórias dos moradores de Cambará, uma comunidade negra rural, localizada na região central do Rio Grande do Sul, o autor vai cuidadosamente descrevendo o processo de reconhecimento da comunidade como remanescente quilombola.

Leia aqui a continuação da resenha

E veja aqui mais informações sobre o livro

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Reminiscências dos quilombos - Territórios da memória em uma comunidade negra rural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s