Mãe de UTI – Vejinha SP, junho/2013

capa mae de uti

 

“A nutricionista Maria Júlia Miele atravessava o oitavo mês de sua segunda gestação quando um exame detectou má-formação no coração do bebê. Assim que nasceu, em 2001, Sofia foi para a UTI da unidade Itaim do Hospital São Luiz. Nos dezesseis meses seguintes, passaria ainda pelo Incor e pelo Samaritano, enfrentando cinco cirurgias. Mas não resistiu.

Para ajudar a superar a perda, Maria Júlia recorreu a sessões de terapia. “Além disso, comecei a escrever o que sentia”, conta. O desabafo se transformou no livroMãe de UTI — Amor Incondicional (Editora Terceiro Nome, 176 páginas, 34 reais), que vendeu 6 000 exemplares desde 2004. Nesse trabalho, ela tentou lidar com culpa e tristeza, o que serviu de conforto para outras pessoas. “Senti necessidade de conversar com quem estava na mesma situação.”

 

Leia mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Mãe de UTI: amor incondicional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s