Jovens na Metrópole – Turismo e Lazer (blog), abril/2011

capa jovens na metropole

“A obra reúne relatos e histórias de grupos na Metrópole de São Paulo, identificando-as e inserindo-as em um contexto social e antropológico, auxiliando assim a compreensão do cenário urbano. Os autores de cada capitulo apresentam, de uma forma geral, a relação das chamadas tribos urbanas com os espaços da Cidade de São Paulo. Lembrando que o termo tribos urbanas é questionado por Magnanni. Além da Cidade, à procura de identidade e principalmente liberdade para que a tomada do espaço urbano seja bem sucedida, configuram-se fator comum entre grupos.
O primeiro grupo estudado por Bruna Mantese de Souza são os Straight edges, pessoas que não comem nada derivado de animais e que surgiram no meio do mundo punk. Contra todo e qualquer tipo de preconceito esse grupo critica muito o capitalismo, e o poderio norte americano principalmente. Para este grupo homens e animais são iguais, por isso a mudança radical nos hábitos alimentares torna-se um fator importante para suas vidas.”

Leia mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Jovens na metrópole - Etnografias de circuitos de lazer, encontro e sociabilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s