Junto e Misturado – Terra (site), agosto/2010

 

Quando decidiu começar a pesquisar as engrenagens do Primeiro Comando da Capital (PCC), em 2004, a antropóloga Karina Biondi não imaginava que, dois anos depois, a facção criminosa protagonizaria o maior atentado já realizado contra as forças de segurança do Estado de São Paulo. Ela conta que seu interesse pelo tema não foi planejado. Um fato, ocorrido na vida pessoal da antropóloga, acabou se tornando determinante: a prisão do marido, em 2003.

Leia mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Junto e Misturado: uma etnografia do PCC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s