Junto e Misturado – Grupo do Trecho (blog)

 

De repente a prisão se achegou à vida assim sem dar de quando. Quando viu era mais que mulher, era mulher de preso. Acho que foi para engolir os dias que passou a pensar aquilo como lugar de potência de aprendizado. E assim foi.

Visita após visita foi conhecendo o sistema e nele seu PCC. Seis anos. Teve de apreender seus códigos fluidos, sua moldura movente. Mulher, mulher de preso, mulher de preso em cadeia de PCC. Passou a compartilhar, graças ao seu marido, das conversas com os irmãos ali em caminhada.

Leia mais aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Junto e Misturado: uma etnografia do PCC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s